Autismo inclusão social da criança

O transtorno de autismo ainda é uma doença que assusta e causa preocupação aos pais, no entanto nos dias atuais, o acesso a informação e o diagnóstico precoce fazem com que alguns aspectos apresentados pela doença sejam amenizados com o passar dos anos.

Não há cura, mas é preciso realizar um trabalho continuo com os portadores de autismo para que eles tenham uma qualidade de vida melhor. Hoje, no Brasil, cerca de 2 milhões de pessoas têm essa doença neurológica.

“De acordo com o CDC (Center of Deseases Control and Prevention) uma em 110 pessoas possuem autismo”.

Essa patologia torna-se difícil de ser diagnosticada, pois não é detectada em exames laboratoriais e é preciso uma análise médica e a atenção redobrada dos pais para perceberem a interação da criança com quem está a sua volta dentre outros aspectos como frieza, não olhar nos olhos, regressão no aprendizado, ficar agitado e aborrecido com som alto e barulhos diferentes levando o autista a momentos de grande irritação e até mesmo de agressividade.

É possível ainda observar desvios de comportamento do espectro autista, tais como; dificuldade com as interações sociais; comprometimento cognitivo; dificuldade de comunicação; comportamentos repetitivos.

Além de ser recebido em escolas especiais, o portador de autismo pode e deve ser inserido no ensino regular, o que possibilita a interatividade com as demais crianças e com diversas situações cotidianas que podem ser enriquecedoras para a evolução do aluno.

Para que aconteça a inclusão é preciso ser realizado um trabalho em equipe; pais, terapeuta e educadores. É na escola que o portador de espectro autista encontra o primeiro lugar para a inclusão.

É imprescindível a capacitação dos educadores que podem se especializar em educação especial, por exemplo, viabilizando estratégias pedagógicas eficientes e personalizadas. Mais do que educar em sala de aula é preciso haver uma relação de acolhimento, diálogo e compreensão para que ocorra a evolução do aluno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WhatsApp Chat
Enviar via WhatsApp